Translate

segunda-feira, 20 de março de 2017

De Olho nos alimentos para a Infância e Juventude

As tradicionais marcas de alimentos Sadia, Perdigão, Qualy, Paty, Dánica, Bocatti e Vienissima produzidas pelo Grupo BRF Global Alimentos. Assim como Seara, Friboi, Maturatta e Swift, produzidas pelo Grupo JBS. São conhecidas mundialmente como produtos de qualidade, estão em mais de 150 países, e maior parte desses alimentos destinam-se às crianças e jovens em desenvolvimento, como é do conhecimento público.  Portanto, são tão necessários para a infância, por seus elevados níveis de nutrição e sabor quanto a alimentação caseira, e sua  fabricação  deve obedecer rigoroso padrão de produção internacional, o que nos leva a crer que a polêmica bastante explorada na imprensa  e nas redes sociais, fogem muito aos critérios de razoabilidade e responsabilidade até. Porque põe em jogo a reputação de empresários e profissionais que dedicaram décadas das suas vidas para erguer um patrimônio empresarial capaz de levar para o mundo a imagem de um Brasil dotado de empreendedores com a incrível capacidade de transformar nosso País em um dos mais importantes exportadores para o mundo.  Como é o caso do Abílio dos Santos Diniz, Pedro Faria, Attilio Guaspari,   Aldemir Bendine, dentre outros... Muita calma nessa hora, gente! A desconstrução de reputações e rebaixamento do Brasil no ranking dos exportadores mundiais, de fato, parece-me não interessar a absolutamente ninguém. Sem falar nos centenas de  milhares de funcionários dedicados, dos grupos globais, afetados pelas acusações de conhecimento da população, que necessitam preservar seus empregos. 
Esclareçam-se os fatos, punam-se os culpados, e mantenha-mos nossa estima pela boa imagem do talento dos nossos profissionais para o mundo. 
Encerro esta matéria 'positivista' com o lema do fundador do Grupo BRF: "A gente só produz os alimentos que a gente coloca na mesa de nossas famílias", quem sabe algum dia não verificamos isto in loco. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário